05/10/2011

M. Dias Branco

     A história do Grupo M. Dias Branco se inicia em 1927 com a ida de Manuel Dias Branco à pequena cidade de Cedro, Centro Sul do estado do Ceará, onde estabeleceu seus negócios. Depois a Padaria Imperial. O ano era 1936 e em sua padaria, Dias Branco produzia pães, biscoitos e o macarrão da marca Imperial para a população de Fortaleza. A padaria ficava na movimentada Avenida Visconde do Rio Branco.
     Em 1940 Manuel moderniza sua empresa, instalando máquinas para produção do macarrão Imperial e expande seus negócios, formando uma sociedade com seus irmãos José e Orlando, criando a empresa M. Dias Branco. O "M." vem de Manuel, o primeiro nome do fundador. Em 1951 a padaria muda de endereço e de nome. A "Padaria Fortaleza" foi transformada numa fábrica de biscoitos e massas, que recebeu o nome de "Fábrica Fortaleza", em 1953, quando a sociedade é desfeita e Francisco Ivens de Sá Dias Branco, filho do fundador, abandona a escola e passa a trabalhar com o pai. Ivens tinha então 18 anos, e jamais terminaria e segundo grau. É dele a ideia de produzir massas e biscoitos.
     Nos anos 1990 a M. Dias Branco inicia a operação de moagem de trigo e hoje é uma das maiores empresas na produção de farinha e farelo. Em 2003 Ivens consegue seu intento de avançar para as regiões Sul e Sudeste comprando a tradicional marca Adria.
     Hoje, após a compra das concorrentes Pilar e Estrela, em 2011, a M. Dias Branco conta com 12 fábricas em sete estados e tem relevante participação no mercado de massas e biscoitos.
(Exame 04.04.2012 - parte / Wikipédia - parte)

Nenhum comentário :

Postar um comentário